seprator

Errar liberta, não arriscar aprisiona!

seprator
08agosto 2018
blog_shape

Errar liberta, não arriscar aprisiona!

Errar - de vez em quando - não faz mal não é mesmo? A questão de errar é que as cagadas sempre trazem um combo, uma espécie de "kinder ovo maligno", elas sempre vêm acompanhadas pelo martírio, pela consciência pesada e pelo arrependimento, entretanto, há de se prestar atenção nos erros duplos, pois a gente só cresce quando erra sempre de forma diferente. Errar é um aprendizado terapêutico. Insistir no erro é um sintoma psiquiátrico. Cometa erros o suficiente para pavimentar o caminho dos teus valores, porque vale muito mais a liberdade de errar do que a carceragem em não arriscar. Se for pra ser feliz e fazer feliz, erre! Quem te ama entende o erro como um recomeço e não como um tropeço!  

26julho 2018
blog_shape

Verdades inconvenientes

Ao bater minha canela no escuro (entrando silenciosamente em minha casa), tive uma epifania:

“Meus relacionamentos não ultrapassam 1 ano!” (mais…)

seprator

Social

shape
Copyright © Leitura Cura 2018. Todos os direitos reservados